Obras de alto valor são roubadas do Museu Egípcio do Cairo

Ladrões se aproveitaram dos protestos que atingem o país para roubar oito peças do museu, entre elas uma estátua de Tutankamon

iG São Paulo |

Oito peças de grande valor, entre elas uma estátua de Tutankamon, foram roubadas do Museu Egípcio do Cairo, anunciou neste domingo o diretor do serviço antiguidades egípcias, Zahi Hawas. "Entre os objetos roubados estão uma estátua de madeira coberta de ouro do rei da XVIII dinastia Tutankamon sustentada por uma deusa e partes de outra efígie do mesmo faraó", declarou Hawas, que também é secretário de Estado de Antiguidades. O faraó Tutancâmon reinou entre 1333 a.C. e 1324 a.C. Sua múmia também está no acervo do Museu do Cairo.

Os funcionários do governo constataram o roubo durante um inventário do museu após a invasão do local em 28 de janeiro, quando algumas pessoas se aproveitaram dos protestos contra o regime de Hosni Mubarak na Praça Tahrir, próxima ao centro cultural. "Infelizmente descobriram que objetos do museu desapareceram", disse Hawas. Setenta peças do museu foram danificadas durante os protestos, mas todas podem ser restauradas.

Famoso mundialmente, o Museu do Cairo (cujo nome oficial é Museu de Antiguidades Egípcias) tem mais de 120 mil peças, incluindo múmias, estátuas, jóias e tesouros de diversas dinastias do Egito antigo. O museu fica na praça Tahrir, foco principal do levante iniciado em 25 de janeiro.

* Com informações da AFP e da BBC Brasil

    Leia tudo sobre: EgitoPolíticaManifestaçõesMuseuRoubo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG