Manifestantes enfrentam a polícia e bloqueiam via no Bahrain

Manifestantes contra o governo de Bahrain são recebidos com bombas de gás lacrimogêneo pelo exército

Reuters |

Manifestantes bloquearam, neste domingo, a principal via de acesso ao Bahrain Financial Harbour, maior distrito comercial do centro bancário do Golfo Arábico, enfrentando a polícia que disparou bombas de gás lacrimogêneo e canhão de água.

Em um dos confrontos mais violentos desde que o exército matou sete manifestantes, em 17 de fevereiro, jovens ergueram barricadas ao redor da estrada, após um esmagador conflito com a polícia perto da praça de Pearl, foco dos confrontos há semanas.

Reuters
Inspirados por protestos que derrubaram líderes do Egito e da Tunísia, moradores de Bahrain tomam as ruas e enfrentam a polícia

"O Ministro do Interior aconselhou os manifestantes a voltarem a Pearl para sua própria segurança", dizia em comunicado, acrescentando que um policial havia sido assassinado e outro fora levado ao hospital com ferimentos na cabeça após ter sofrido ataques.

Um manifestante mostrou uma marca vermelha e redonda em seu peito, o que ele disse ter sido uma rajada direta de gás lacrimogêneo. Outros mostraram balas de borracha que, segundo eles, foram atiradas pela polícia.

O Bahrain , que é ligado à Arábia Saudita por via marítima, está passando por seu pior conflito desde os anos 90. Inspirados pelas revoltas que derrubaram os líderes do Egito e da Tunísi, manifestantes tomaram as ruas. A descontente maioria xiita diz ser discriminada pela família real sunita.

A oposição muçulmana xiita é dividida em muitas outras, mas se uniu por um novo governo, acusando a atual administração de corrupção.

    Leia tudo sobre: bahrainprotestosmanifestantes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG