Manifestação na Avenida Paulista pede fim da repressão na Síria

Carregando bandeiras, manifestantes se reúnem na região central de São Paulo; violência no país mata ao menos 16 neste domingo

iG São Paulo |

Manifestantes se reuniram neste domingo na avenida Paulista, na região central de São Paulo, para protestar contra o governo do presidente sírio, Bashar al-Assad, por conta da repressão no país, que deixou mais de 8 mil mortos desde março de 2011 , segundo a ONU.

Um ano depois: Levante na Síria completa um ano e ameaça se espalhar por região

AE
Manifestante na Avenida Paulista, em São Paulo, carrega bandeira da Síria

Segundo a Polícia Militar, cerca de 100 manifestantes foram às ruas em São Paulo, carregando bandeiras sírias e faixas em solidariedade ao povo da nação árabe. Não houve registro de incidentes.

Enquanto isso, a cidade de Aleppo, a segunda maior da Síria, foi palco de um atentado. Um carro-bomba explodiu em uma área residencial , um dia depois de duas explosões contra prédios de segurança do governo na capital, Damasco.

Segundo o governo sírio, o ataque deste domingo deixou dois mortos, um policial e uma mulher, enquanto 30 ficaram feridos.

Saiba mais: Atentado atinge Aleppo, segunda maior cidade da Síria

A TV estatal síria disse que uma explosão "terrorista" ocorreu entre dois prédios residenciais do bairro de maioria cristã Al-Suleimaniya, perto de um prédio de segurança do governo sírio e do prédio dos correios. Opositores, no entanto, acusam o governo de estar por trás da ação.

A revolta na Síria, que em março começou como um levante pacífico da população do país contra a repressão violenta do governo, dá sinais de guerra civil, uma vez que aumenta o número de desertores do Exército.

A agência AP informou que neste domingo, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, uma rede ativista, 16 foram mortos em todo o país. Já os Comitês de Coordenação Local, organização que planeja e registra as manifestações na Síria, coloca o número de vítimas fatais em 29.

    Leia tudo sobre: síriamanifestaçãoavenida paulistasão pauloviolênciaaleppoassad

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG