Manifestação de apoio ao presidente da Síria reúne milhares

Nas ruas de Damasco, partidários de Assad também agradecem China e Rússia por veto à resolução da ONU contra o país

iG São Paulo |

AFP
Milhares demonstram apoio ao líder sírio, Bashar Al-Assad, em Damasco

Milhares de partidários do presidente da Síria, Bashar Al-Assad, se reuniram nesta quarta-feira nas ruas da capital, Damasco, para demonstrar seu apoio ao líder, alvo de uma onda de protestos há cerca de sete meses.

Durante a passeata, transmitida ao vivo pela televisão síria, os manifestantes gritavam lemas como "com nossa alma e nosso sangue, nos sacrificaremos por Assad" e " Síria e só Bashar", enquanto balançavam bandeiras nacionais e seguravam fotografias do líder.

Um dos organizadores, Karim Wared, afirmou que a manifestação foi promovida por 60 veículos de comunicação e ONGs. Grupos da oposição afirmam que eventos como esses são forjados pelo regime sírio.

Wared afirmou que, lém de demonstrar apoio a Assad, os manifestantes querem agradecer a Rússia e a China, que vetaram uma resolução contra a Síria no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU).

Imagens dos protestos foram distribuídas por agências sírias à imprensa internacional, cujo trabalho é limitado pelo governo. Nos protestos da oposição, imagens são divulgadas por manifestantes na internet.

Assad enfrenta crescente pressão internacional para renunciar por causa da violenta repressão dos protestos contra seu regime, que deixaram quase 3 mil mortos de acordo com a ONU.

Para se manter no poder, o líder conta com o apoio das Forças Armadas, embora um crescente número de militares tenha desertado para se unir aos protestos. A base de apoio também inclui sírios que se beneficiam financeiramente do regime, como alguns empresários, e grupos minoritários que temem ser perseguidos se a maioria sunita tomar o poder.

Com AP e EFE

    Leia tudo sobre: síriabashar al-assadmundo áraberússiachina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG