Mais de 100 mil pessoas fugiram da Líbia na última semana

Levantamento é da agência para refugiados da ONU, Acnur. Maioria seria de imigrantes ilegais

AFP |

A agência para refugiados da ONU, Acnur, informou que aproximadamente 100 mil pessoas, muitas delas imigrantes ilegais, saíram por terra da Líbia rumo a países vizinhos na semana passada, durante as turbulências que afetam esse país do Norte da África. "A Acnur está trabalhando com as autoridades tunisianas e egípcias, assim como ONGs, para apoiar aproximadamente 100 mil pessoas que saíram da Líbia por conta da violência na semana passada", informou o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados em um comunicado.

A contagem da Acnur dá conta de que se tratou principalmente de imigrantes estrangeiros, especialmente egípcios e tunisianos. No entanto, esse total também inclui 4.600 líbios que viajaram ao Egito e à Tunísia. A Crescente Vermelha informou mais cedo que mais de 10 mil pessoas voaram da Líbia para a Tunísia no posto fronteiriço de Ras Jedir apenas no sábado, a maioria egípcios, chamando a situação de uma "crise humanitária", enquanto esse fluxo aumenta.

Antes dessas chegadas, o governo tunisiano informou no sábado que 40 mil pessoas cruzaram a fronteira com a Líbia desde 20 de fevereiro, enquanto autoridades egípcias contaram 55 mil pessoas fazendo o mesmo percurso desde 19 de fevereiro, de acordo com a Acnur.

    Leia tudo sobre: líbiaprotestosmundo árabekadafi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG