Liga Árabe estuda proposta venezuelana para mediar conflito na Líbia

Proposta de Chávez seria o envio de uma comissão de paz internacional para intermediar as relações entre Muamar Kadafi e a oposição líbia

EFE |

 A Liga Árabe "está estudando" uma proposta de mediação no conflito líbio apresentada pelo presidente venezuelano, Hugo Chávez, confirmou nesta quinta-feira à Agência Efe o porta-voz da organização pan-árabe, Hisham Yusef. "Estão sendo mantidas consultas e ainda não há uma decisão tomada", afirmou.

Segundo Yusef, "a Liga Árabe manteve contatos ontem com alguns países árabes, mas não se tratou da proposta venezuelana de uma maneira oficial perante os ministros" de Assuntos Exteriores árabes durante a reunião que mantiveram no Cairo.

A proposta de Chávez, segundo informaram fontes oficiais em Caracas, implica o envio de uma comissão de paz internacional para intermediar as relações entre o regime de Muammar Kadafi e a oposição líbia.

Segundo fontes venezuelanas citadas pela rede "Al Jazira", a proposta foi aceita por Kadafi e já foi tratada pelo chanceler venezuelano, Nicolás Maduro, com o secretário-geral da Liga Árabe, Amr Moussa.

Pela iniciativa, seriada enviada uma comissão de paz integrada por representantes da América Latina, Europa e Oriente Médio.

O porta-voz da Liga Árabe não precisou quando será anunciada a decisão definitiva da organização sobre a proposta de Chávez, "porque é preciso esperar até que terminem as consultas atuais". "O assunto ainda está se aclarando", indicou Yusef, que também não precisou quais são os países que poderiam participar da comissão de paz internacional.

Os ministros de Assuntos Exteriores da Liga Árabe mantiveram na quarta-feira uma reunião preparatória para a cúpula que acontecerá em Bagdá em 15 de maio, mas a proposta venezuelana não foi debatida no encontro.

Na reunião, a Liga Árabe manteve a suspensão da Líbia na organização pela repressão sangrenta dos protestos populares, condenados em duros termos, mas rejeitou a possibilidade de uma intervenção militar externa.

    Leia tudo sobre: Líbiarevolta no mundo árabevenezuelaChávez

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG