Líbia suspende relações diplomáticas com a França

Governo Kadafi acusa europeus de tentarem dividir o país

Reuters |

TRÍPOLI - A Líbia anunciou na sexta-feira a suspensão das relações diplomáticas com a França, o único país ocidental a reconhecer oficialmente o conselho rebelde que luta para tirar Muammar Kadafi do poder.

"Hoje foi tomada a decisão de suspender as relações diplomáticas com a França", disse o vice-chanceler líbio, Khaled Kaim, a jornalistas em Trípoli.

"Está claro que o governo francês está concentrado em dividir a Líbia."

A França e outros líderes da União Europeia concordaram nesta sexta em analisar todas as opções para tentar retirar Kadafi do poder, mas evitaram um endosso a alternativas militares, como bombardeios ou a imposição de uma zona de exclusão aérea.

O plenário de líderes da UE não seguiu a proposta feita pelo presidente francês, Nicolas Sarkozy, de reconhecer o conselho nacional, sediado em Benghazi, como legítimo governo líbio.

    Leia tudo sobre: LíbiaKadafiFrança

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG