Libertado advogado e defensor dos direitos humanos na Síria

Presidente sírio decretou na segunda-feira anistia geral no país

AFP |

O advogado e ativista dos direitos humanos Haytham Maleh, 80 anos, preso desde outubro de 2009 na Síria, foi libertado nesta terça-feira, anunciou uma organização humanitária. O Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH) informou que Maleh foi beneficiado por uma anistia geral decretada na segunda-feira pelo presidente sírio Bachar al-Asad.

Maleh foi detido em outubro de 2009 por ter criticado o governo. Em junho de 2010, foi condenado a três anos de prisão, segundo a Federação Internacional de Direitos Humanos (FIDH).

Na segunda-feira, o presidente sírio concedeu o perdão aos autores de delitos e infrações cometidos antes de 7 de março, além de condenados de idade avançada ou doentes, segundo a agência oficial Sana.

Treze prisioneiros que militam em defesa dos direitos humanos na Síria - entre eles o próprio Haytham Maleh - iniciaram uma greve de fome no dia 7 de março para exigir o fim da "opressão" no país.

    Leia tudo sobre: síriaativistalibertado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG