Iêmen bombardeia forças tribais que tomaram controle de base

Ação é mostra de que cinco dias de batalhas estão se espalhando para além da capital do país; ao menos 109 morreram desde segunda

iG São Paulo |

Forças do governo do Iêmen lançaram ataques aéreos contra forças tribais que se opõem ao presidente Ali Abdullah Saleh, disse o membro de uma tribo nesta sexta-feira. Os aviões da Força Aérea atingiram uma área na Província de Naham, nos arredores da capital, Sanaa.

AP
Manifestantes antigoverno levantam suas mãos e gritam slogans pela renúncia de presidente do Iêmen, Ali Abdullah Saleh, em Sanaa
A ação é uma mostra de que os cinco dias de batalhas entre forças tribais e do governo estão se espalhando para além da capital. Os ataques aéreos foram lançados depois que os opositores tomaram o controle de um campo militar da Guarda Republicana.

Desde segunda-feira, ao menos 109 morreram nos choques de rua entre rebeldes leais ao xeque Sadiq al-Ahmar, chefe da poderosa confederação tribal Hashid (que se uniu ao levante contra o líder), e as forças de segurança.

Os confrontos aumentaram temores de que o país mergulhe em uma guerra civil enquanto Saleh se agarra ao poder em meio a meses de protestos pacíficos que reivindicam sua renúncia. A onda de manifestações populares é similar a outras dos países árabes .

A ofensiva desta sexta-feira contra a base na região de el-Fardha Nehem foi a escalada mais significativa que já ocorreu fora da capital.

Os membros tribais invadiram o campo, localizado a 80 km a nordeste de Sanaa, e mataram dezenas de soldados - incluindo o comandante -, disse o xeque Ali Saif, um dos líderes da confederação Hashid.

Depois que os opositores tomaram o controle do campo, aviões do governo os bombardearam, enquanto outras forças os confrontaram em campo, afirmou. Segundo Saif, ao menos 12 membros do Hashid morreram.

*Com BBC e AP

    Leia tudo sobre: iêmenmundo árabeprotestossaleh

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG