Governo egípcio nomeia novo ministro do Interior

O anúncio é feito um dia depois que militantes pró-democracia tentaram invadir prédios dos serviços de segurança estatais

iG São Paulo |

O general Mansour el Essawy foi nomeado novo ministro do Interior do governo egípcio liderado por Essam Sharaf, encarregado na última quinta-feira pela junta militar de formar um novo gabinete.

O anúncio foi feito um dia depois que militantes pró-democracia tentaram invadir os prédios dos serviços de segurança estatais para retirar documentos.

O Conselho de Ministros egípcio fez o anúncio na madrugada deste domingo em sua conta oficial na rede social Facebook, na primeira nomeação do novo governo após a queda de Hosni Mubarak, em 11 de fevereiro.

Essawy disse à agência oficial de notícias "Mena" que aceitou a pasta e fará o máximo esforço na próxima etapa para a recuperação da segurança e da estabilidade nas ruas do país.

Ele indicou também que adotará todas as medidas necessárias para que se recupere a confiança entre a polícia e os cidadãos.

Ex-governador da Província de Minia, sul do Egito, Essawy substitui no cargo Mahmoud Wagdi, que tinha sido designado titular do Interior no governo de Ahmed Shafiq.

Tal como informa neste domingo o diário estatal "Al-Ahram", o novo governo será anunciado "dentro de alguns dias", e dele estarão excluídos 11 ministros que procedem do regime de Mubarak, entre eles o chanceler Ahmed Aboul Gheit.

Está previsto que as consultas sobre a formação do novo governo continuem ao longo desta semana e nos próximos dias os novos titulares tomem juramento de seus cargos perante o primeiro-ministro.

No sábado, grupos de militantes invadiram edifícios dos serviços de segurança en todo país para procurar os arquivos sobre a população e eventuais provas de abusos cometidos pelas forças oficiais, vinculadas ao ministério do Interior. Os manifestantes exigem a dissolução dos serviços de segurança.

Novo chanceler

Além da nomeação do novo titular da pasta do Interior, também foi nomeado o novo ministro das Relações Exteriores Nabil el Arabi, em substituição a Mohammed Aboul Gheit, que ocupava o posto desde julho de 2004.

A designação de El Arabi faz parte das nomeações feitas nas últimas horas por Sharaf. Espera-se que na segunda-feira os ministros designados tomem posse, segundo informou o vice-primeiro-ministro Yahya Jamal.

*Com AFP e EFE

    Leia tudo sobre: egitohosni mubarakmanifestaçõescairopraça tahrir

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG