Exército sírio continua bombardeios sobre áreas de Homs, segundo opositores

Bairro mais castigado pela ofensiva foi Jalidiya. ONU enviará observadores militares para verificar cumprimento de cessar-fogo

EFE |

As forças do regime sírio intensificaram neste domingo os bombardeios sobre áreas da cidade de Homs, segundo denunciaram grupos opositores, apesar da proximidade da chegada de uma missão de observadores da ONU ao país.

Violação de acordo: - Forças sírias atacam Homs no terceiro dia de trégua
- Exército sírio bombardeia Homs em nova violação de cessar-fogo

O bairro mais castigado pela ofensiva foi Jalidiya, de acordo com os Comitês de Coordenação Local. No bairro de Bayada foram escutadas explosões provocadas pelos foguetes lançados pelo exército, assim como em Wa'er, que está sendo bombardeado a cada dez minutos, segundo os Comitês.

Outros bairros castigados são Hamidiya, Qusur e Huf, que estão sendo sobrevoados por helicópteros que definem quais serão os alvos. Além de Homs, as cidades Aleppo e Idleb viveram atos de violência ao longo da madrugada.

Leia também: ONU vota resolução para supervisionar cessar-fogo na Síria

Estes novos focos de violência colocam em risco o cumprimento do precário cessar-fogo que entrou em vigor na quinta-feira passada e que deveria ser respeitado por todas as partes, conforme um acordo estipulado pelo enviado especial da ONU e da Liga Árabe para a Síria, Kofi Annan.

O Conselho de Segurança da ONU aprovou neste sábado, por unanimidade, sua primeira resolução sobre a crise síria, que prevê o envio nas próximas horas de uma missão de 30 observadores militares não armados para verificar o cumprimento do plano de paz.

    Leia tudo sobre: síriamundo árabeonukofi annanirãassadprimavera árabecessar-fogo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG