Israel lança ataque aéreo a carregamento de mísseis na Síria, dizem autoridades

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Oficiais dizem a agências que ação teve como alvo mísseis russos; esse foi o 3º ataque de Israel contra Síria no ano

Aviões de guerra israelenses atacaram um carregamento de mísseis russos dentro de um reduto do governo sírio, informaram autoridades nesta quinta-feira (31), segundo informações da agência AP.

Conheça a nova home do Último Segundo

AP
Carro bomba matou pelo menos 30 pessoas na Síria, no domingo (20/10/13)

Uma autoridade do governo Obama confirmou o ataque de Israel durante a noite, mas não forneceu detalhes. Outro oficial de segurança disse que o ataque ocorreu na noite de quarta-feira (30) na cidade síria de Latakia e que o alvo eram mísseis russos SA-125.

As autoridades falaram à agência AP em condição de anonimato, porque não estavam autorizadas a discutir o ataque publicamente. Não houve confirmação por parte da Síria até o momento.

Janeiro: Ataque aéreo de Israel atinge comboio de caminhões na Síria

Maio: Israel lança ataque aéreo contra carregamento de armas na Síria

A revelação do ataque ocorre enquanto o governo do presidente Bashar al-Assad cumpriu um prazo importante no ambicioso plano para eliminar todo o estoque de armas químicas da Síria até meados de 2014.

Desde o início da guerra civil na Síria, em março de 2011, Israel tem evitado tomar uma posição, mas já atingiu outros carregamentos de mísseis dentro do país pelo menos duas vezes esse ano.

O Exército da Síria, já exaurido por causa da guerra civil, não retaliou, e não está claro se o líder sírio vai escolher tomar uma atitude dessa vez. Assad pode decidir novamente deixar o ataque israelense de lado, particularmente em um momento que seu Exército está em vantagem nas batalhas por território no país.

Nahum: Conflito sírio aumenta tensão de Israel com o libanês Hezbollah

Israel nunca admitiu ter tomado ação militar dentro da Síria para evitar deixar Assad em maus lençóis, provocando uma resposta. Mas autoridades estrangeiras afirmam que Israel fez isso sempre quando sua inteligência determinou que mísseis sofisticados estavam sendo transportados dentro do território.

Em janeiro, um ataque aéreo israelense na Síria destruiu um carregamento de mísseis antiáreos destinados ao Hezbollah, segundo autoridades americanas. E em maio, o país teria agido novamente, destruindo um carregamento de mísseis iranianos em um aeroporto de Damasco.

Ativistas sírios e grupos da oposição registraram fortes explosões na noite de quarta-feira que pareciam vir de dentro de um complexo da Defesa Aérea em Latakia. Eles disseram que a causa das explosões era desconhecida.

Com AP

Leia tudo sobre: síriaisraelmísseisrússiamundo árabeprimavera árabe

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas