Noruega rejeita pedido dos EUA para destruir armas químicas da Síria

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

País havia sido consultado sobre possibilidade de destruir arsenal; segundo chanceler, prazo é muito apertado

A Noruega rejeitou um pedido dos EUA para receber a maior parte das armas químicas da Síria para destruição, porque não possui a capacidade de completar a tarefa dentro do prazo determinado, disse o chanceler norueguês nesta sexta-feira (25).

Conheça a nova home do Último Segundo

AP
Reprodução de vídeo divulgada pela agência de notícias estatal da Síria mostra especialista em armas químicas trabalhando em usina em local desconhecido

Boerge Brende disse que a Noruega não conseguiu identificar um porto que poderia receber as armas e não tem a capacidade de tratar alguns dos produtos residuais resultantes da destruição das munições.

2013: Organização para a Proibição de Armas Químicas leva o Nobel da Paz

Perfil da organização: Saiba mais sobre o vencedor do Nobel da Paz 2013

Em uma coletiva de imprensa, Brende disse que os EUA e a Noruega concordaram que não havia motivo para continuar "a avaliação da Noruega como um lugar para essa destruição".

Brende acrescentou que os EUA estão procurando outra alternativa, mas não deu mais detalhes.

Dificuldades: O desafio da destruição de armas químicas na Síria em plena guerra

1º de outubro: Inspetores que destruirão armas químicas chegam à Síria

Fora dos holofotes: Debate sobre armas químicas ofusca crise humanitária síria

No início da semana, a Noruega disse que era um dos países que havia recebido um pedido para fazer parte da destruição de 50 toneladas de químicos na forma de gás mostarda e entre 300 e 500 toneladas de materiais necessários para produzir agentes neurológicos.

Os EUA e a Rússia estabeleceram um prazo de até meados de 2014 para a completa destruição do arsenal da Síria, que, segundo Brende, era muito apertado para a Noruega.

Com AP

Leia tudo sobre: noruegasíriaarmas químicaseuaassadmundo árabeprimavera árabe

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas