Ataque suicida mata cinco soldados do Iêmen em base militar

Por iG São Paulo |

compartilhe

Tamanho do texto

Militantes ligados à Al-Qaeda da Península Arábica intensificaram ataques contra país aliado aos EUA

Um homem-bomba matou pelo menos cinco soldados iemenitas em um suposto ataque militante a uma base militar no sul do país, disse um oficial militar do Iêmen.

Conheça a nova home do Último Segundo

AP
Soldado iemenita monta guarda em uma rua perto das embaixadas dos EUA e do Reino Unido em Sana, Iêmen (10/8)

Militantes ligados à Al-Qaeda na Península Arábica (AQPA) intensificaram os ataques a instalações militares do Iêmen, Estado aliado aos EUA que tem uma extensa fronteira com a Arábia Saudita, maior exportador de petróleo do mundo, e flanqueia importantes rotas marítimas.

O oficial militar disse que o homem-bomba dirigia um carro cheio de explosivos e os detonou no portão da base militar em Ahwar, uma área na província de Abyan.

Violência: Homens armados matam soldados em planta de gás no Iêmen

No Iêmen: Ataque de drone mata supostos militantes da Al-Qaeda

Outros militantes atacaram soldados na base com metralhadoras e lançadores de granadas, disse a fonte, acrescentando que 15 soldados ficaram feridos no confronto.

O oficial militar não deu detalhes sobre vítimas entre os militantes, mas disse que o combate ainda estava em curso.

Agosto: Iêmen diz ter frustrado plano da Al-Qaeda para atacar portos

Após ameaça: EUA retiram funcionários de embaixadas no Iêmen

Testemunhas locais disseram que um helicóptero, aparentemente do Exército do Iêmen, circulava os arredores.

A AQPA é tida pelos EUA como uma das ramificações mais ativas da rede militante Al-Qaeda, representando uma séria ameaça aos interesses do Ocidente, incluindo ao trânsito de navios petroleiros no Mar Vermelho, Golfo de Áden e Mar Arábico.

Leia tudo sobre: iêmenal qaedaataqueatentado suicida

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas