Ataque suicida duplo a igreja no Paquistão deixa mortos e feridos

Por Reuters | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Ataque do Taleban à minoria cristã deixou 78 mortos e 110 feridos neste domingo

Reuters

AP
Ataque suicida duplo deixou mortos e feridos no Paquistão

Um ataque suicida duplo em frente a uma igreja de 130 anos no Paquistão deixaram ao menos 78 mortos após a missa de domingo, incluindo 34 mulheres e sete crianças, afirmou o ministro do Interior, Chaudhry Nisar Ali Khan. O ataque é mais mortal registrado contra cristãos no País predominantemente muçulmano. 

Drones: Ataque mata número dois do Taleban paquistanês, dizem fontes

Resgate: Taleban ataca prisão no Paquistão e liberta mais de 200 detentos

Os homens-bomba atacaram a histórica Igreja de Todos os Santos, na cidade de Peshawar, no momento em que centenas de paroquianos saíam do prédio após a missa de domingo. Mais de 110 pessoas ficaram feridas. A polícia informou que os mortos incluem muitas crianças e mulheres.

Criança é atendida após ser vítima de ataque suicida em igreja no Paquistão. Foto: APAtaque suicida duplo deixou mortos e feridos no Paquistão. Foto: APAtaque suicida duplo deixou mortos e feridos no Paquistão. Foto: APAtaque suicida duplo deixou mortos e feridos no Paquistão. Foto: APAtaque suicida duplo deixou mortos e feridos no Paquistão. Foto: APAtaque suicida duplo deixou mortos e feridos no Paquistão. Foto: APAtaque suicida duplo deixou mortos e feridos no Paquistão. Foto: APAtaque suicida duplo deixou mortos e feridos no Paquistão. Foto: APAtaque suicida duplo deixou mortos e feridos no Paquistão. Foto: APAtaque suicida duplo deixou mortos e feridos no Paquistão. Foto: AP


AP
Ataque suicida duplo deixou mortos e feridos no Paquistão

Vacinação falsa: Paquistão anula sentença de médico que ajudou a encontrar Bin Laden

Entrevista: Médico que ajudou na caçada a Bin Laden fala de dentro da prisão

A ala do Taliban paquistanês assumiu a responsabilidade pelo atentado, dizendo que iria continuar a atacar os não-muçulmanos até que os Estados Unidos pare os ataques de drones na região tribal remota do país. O mais recente ataque de drones aconteceu hoje, quando mísseis atingiram construções na área tribal do Waziristão do Norte, matando seis supostos militantes, disseram funcionários da inteligência paquistanesa.


"Eu ouvi duas explosões. As pessoas começaram a correr. Restos humanos estavam espalhados por toda a igreja", disse uma paroquiana, que deu apenas seu primeiro nome, Margrette.

Cristãos correspondem a cerca de 4% da população do Paquistão de 180 milhões de pessoas. Ataques a áreas cristãs ocorrem esporadicamente no país, mas o deste domingo foi o mais violento na história recente.

No Paquistão: Atiradores atacam escritórios da agência de espionagem

Leia mais: Ataques suicidas matam 39 perto de mesquitas xiitas no Paquistão

A violência religiosa e ataques contra forças de seguranças têm aumentado no Paquistão nos últimos meses, afetando os esforços do primeiro-ministro Nawaz Sharif de controlar a insurgência após chegar ao poder em junho.

* Com Reuters e AP

Leia tudo sobre: PaquistãoAtaque suicidaHomem-bombataleban

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas