Mais vinte corpos aparecem em canal de Aleppo, dizem ativistas sírios

Por Reuters |

compartilhe

Tamanho do texto

Rebeldes relatam que mais corpos de dissidentes apareceram no rio, que desde janeiro já revelou 65 mortos

Reuters

Ativistas contra o atual governo sírio relataram que pelos menos 20 corpos de homens jovens mortos a tiros pelas forças de segurança foram encontrados neste domingo num canal que cruza a cidade de Aleppo.

Leia mais:
Soldados da ONU são libertados por rebeldes sírios
Rebeldes capturaram governador de província da Síria, dizem ativistas

 Esse seria o maior número de corpos resgatados num só dia do que ficou conhecido como "o rio dos mártires", desde que 65 corpos foram econtrados em janeiro. Desde então, corpos têm surgido no rio.

Não houve comentário oficial do governo. A mídia estatal afirmou que os corpos encontrados em janeiro são de pessoas mortas pela Frente al-Nusra, ligada à al-Qaeda. As autoridades sírias proibiram a entrada de boa parte da mídia independente, o que torna difícil verificar relatos vindos do país.

Leia tudo sobre: MUNDOSIRIAprimavera árabe

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas