Rebeldes sírios dizem ter capturado base a leste de Damasco

Esta seria a segunda instalação militar a cair nas mãos dos inimigos do presidente Bashar Al-Assad neste mês; combate pelo domínio teria deixado 23 mortos

iG São Paulo | - Atualizada às

Rebeldes sírios disseram neste domingo (25) que capturaram uma base de helicópteros localizada a 15 km ao leste de Damasco, depois de uma batalha durante a noite. Ativistas de direitos humanos também relatam a captura, que não pôde ser confirmada de forma independente.

Leia mais: Rebeldes dizem ter capturado base militar em província no leste da Síria

AP
Residentes da Síria participam de funeral de um combatente rebelde em Aleppo (17/11)


Saiba também:  Turquia pede instalação de mísseis da Otan na fronteira com a Síria

Essa seria a segunda instalação militar nos arredores da capital a cair nas mãos dos adversários do presidente Bashar Al-Assad somente neste mês.  Um vídeo na internet, filmado, segundo ativistas, na base Marj al-Sultan, mostra rebeldes carregando fuzis AK-47 e andando pelas instalações.

Uma arma antiaérea pode ser vista posicionada no alto de uma casamata vazia, e um comandante rebelde aparece ao lado de um helicóptero. "Com a ajuda de Deus, a base aérea de Marj al-Sultan, em Ghouta oriental, foi libertada," diz o comandante no vídeo.

Rami Abdul-Rahman, diretor do Observatório Sírio para Direitos Humanos, organização com base no Reino Unido, afirmou que a captura foi feita pelos rebeldes na manhã deste domingo. Segundo ele, ao menos 15 rebeldes e oito soldados foram mortos no combate. 

Ghouta Oriental, uma mistura de área agrícola e urbana, tem sido um reduto rebelde há meses. Ativistas disseram que dois helicópteros foram destruídos durante o ataque, assim como uma estação de radar.

Com severas restrições por parte das autoridades sírias com a mídia não estatal, uma verificação independente não foi possível. Filmagens de sábado (24) à noite mostraram rebeldes disparando foguetes com granadas da base e o que parecia ser um helicóptero em chamas.

Na semana passada, os rebeldes capturaram, momentaneamente, uma base aérea perto do distrito de Hajar al-Aswad , no sul de Damasco, apreendendo armas e equipamentos antes de se retirar para evitar uma retaliação da força aérea de Assad.

Com AP e Reuters

    Leia tudo sobre: síriaaleppodamascoviolênciamundo árabe

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG