Presidente sírio nomeia novo premiê em meio a duros combates em Aleppo

Ministro da Saúde ocupará cargo deixado por desertor; forças intensificam ofensiva contra rebeldes em centro financeiro do país

iG São Paulo | - Atualizada às

O presidente da Síria, Bashar Al-Assad, nomeou nesta quinta-feira um novo premiê, em substituição a Riad Hijab , que desertou e se uniu à revolta popular contra o regime. Enquanto isso, duros combates são travados entre forças de segurança e rebeldes na cidade de Aleppo, especialmente em áreas controladas pela insurgência.

Leia também:  Tropas declaram ter tomado distrito em Aleppo, mas rebeldes negam

Reuters
Rebelde se prepara para atirar durante confronto com o Exército sírio em Aleppo (07/08)

De acordo com a imprensa estatal, o novo primeiro-ministro sírio é Wael Nader al-Halqi, integrante do partido Baath que até então ocupava o cargo de ministro da Saúde. Al-Halqi nasceu em Deraa, um dos epicentros da revolta contra Assad, que começou em março de 2011.

A nomeação acontece no momento em que as forças do regime intensificam os combates em Aleppo, o centro financeiro da Síria. 

Segundo a imprensa estatal, os militares retomaram o controle do bairro de Salah al-Din, o principal reduto dos rebeldes, que negaram a informação.

“É difícil saber exatamente o que está acontecendo por causa da escala dos bombardeios, mas os rebeldes continuam lutando”, disse o ativista Mohammad Saeed, que vive em Aleppo.

Segundo ele, as tropas estão usando aviões e tanques de guerra nas cidades próximas de Hreitan e Tel Rifat. “Eles estão tentando impedir a passagem entre Tel Rifat e Aleppo.”

Também nesta quinta-feira, a televisão estatal do Irã, principal aliado do governo sírio no Oriente Médio, afirmou que Teerã sediará uma conferência de “amigos” da Síria para tentar encontrar uma solução pacífica para o controle.

De acordo com a rede, representantes de 15 países participarão do encontro nesta quinta-feira, incluindo Rússia, China, Paquistão, Iraque, Argélia e Venezuela.

Com AP

    Leia tudo sobre: síriaassadaleppomundo árabeprimavera árabe

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG