Vídeo mostra suposta execução de governistas por rebeldes sírios

Nas imagens, rebeldes posicionam presos, capturados enquanto lutavam a favor de presidente Assad, diante de muro antes de execução por tiros

BBC Brasil |

BBC

Em um novo desdobramento da guerra civil na Síria, rebeldes foram acusados de executar mais de dez membros de um grupo pró-governo durante confrontos em Aleppo, a segunda maior cidade do país.

Reação: Ativistas criticam rebeldes por vídeo com execução de partidários de líder sírio

Violência: Morteiros atingem campo palestino na Síria enquanto ONU discute resolução

Agência:  Rússia envia três navios de guerra para reabastecer base na Síria

Um vídeo amador que documentou a ação correu o mundo e forçou a própria liderança da oposição, o Conselho Nacional Sírio, a admitir e condenar os fatos. Nas imagens, os rebeldes posicionam os presos, capturados enquanto lutavam a favor do presidente Bashar al-Assad, diante de um muro, pouco antes de executá-los a tiros.

A equipe da BBC mostrou o vídeo a um dos diretores da ONG internacional Human Rights Watch, com sede em Nova York. Para ele, as imagens mostram a execução de prisioneiros, o que seria um crime de guerra , mas o vídeo não deixa claro se os responsaveis eram membros do Exército Livre da Síria. Comandantes rebeldes disseram que as convenções internacionais precisam ser respeitadas e criticaram a ação.

Assista ao vídeo:


    Leia tudo sobre: síriaassadprimavera árabemundo árabealeppo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG