Nevasca no meio-oeste americano ameaça viagens no Natal

Alguns dos Estados mais afetados são Iowa, Nebraska, Wyoming, Washington e Illinois, onde o movimentado aeroporto de Chicago registrou grandes atrasos

AFP |

AFP

A primeira grande nevasca do meio-oeste dos EUA neste inverno pôs vidas em risco nesta quinta-feira e provocou atrasos em diversos voos que podem afetar todo o país, num momento em que os viajantes se preparam para o feriado de Natal.

Vídeo: Frio extremo faz Ucrânia criar 'postos de aquecimento'

AP
Carros cobertos de neve são vistos em estacionamento de Madison, Wisconsin, EUA

Leia: Pontos de ônibus da sueca Umeaa têm 'sol artificial' contra depressão de inverno

Uma empresa regional de energia informou que a tempestade provocou cortes de eletricidade em mais de 40 mil residências e empresas em Iowa, onde quase 30 centímetros de neve caíram na capital, Des Moines.

O The Weather Channel disse que 27 centímetros de neve cobriram partes do Wisconsin, e cerca de 20 centímetros foram registrados em Omaha, Nebraska. A tempestade lançou cerca de 60 centímetros de neve em algumas partes do oeste dos EUA, incluindo os Estados de Washington e Wyoming.

O Aeroporto Internacional de O'Hare, em Chicago, um dos mais movimentados do mundo, registrou grandes atrasos horas antes de a neve atingir o solo, o que deve acontecer no meio da tarde, de acordo com o FlightStats.com.

O site informou que os voos na manhã desta quinta-feira eram realizados com, em média, pouco menos de duas horas de atraso, e alguns voos foram atrasados por até quatro horas. Voos em aeroportos menores na Dakota do Sul e Iowa foram cancelados na manhã desta quinta-feira.

Os atrasos e cancelamentos de viagens podem afetar todo o país, especialmente pelo fato de muitos passageiros precisarem fazer conexões em Chicago - e, mesmo que não precisem, sua aeronave pode ter de passar pelo espaço aéreo da cidade.

O serviço nacional de meteorologia prevê "intensas taxas de queda de neve" aliadas a ventos fortes e visibilidade reduzida em Chicago a partir das 15h locais (19h de Brasília).

Delta e United, duas grandes companhias aéreas, emitiram alertas de viagens permitindo que os passageiros modifiquem suas passagens sem custos para trechos em áreas atingidas. Mais ao sul, o serviço de meteorologia alertou para uma "nevasca com risco de vida" localizada no centro do Missouri na manhã desta quinta e que se dirigia para o Illinois pela manhã.

"Quedas de árvores também podem acontecer por causa do grande acúmulo de neve e dos fortes ventos", disse o boletim. Muitas escolas no Nebraska e em Iowa foram fechadas ou abriram mais tarde nesta quinta-feira.

    Leia tudo sobre: euameio oeste americanoinvernonevenevasca

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG