Richard Branson apoia restrição à exploração de petróleo

Fundador do grupo Virgin revelou que suas companhias aéreas devem adotar combustíveis sustentáveis em até 3 anos

Carla Falcão iG Rio de Janeiro |

Fundador do grupo Virgin e um dos maiores empresários do mundo, o bilionário britânico Richard Branson revelou, nesta quinta-feira, 21, na Rio+20 , que suas companhias aéreas devem começar a usar combustíveis sustentáveis nos próximos três anos. Branson, que está no Brasil, participou de um evento promovido pelo Greenpeace em defesa do Polo Norte .

Saiba tudo sobre a Rio+20

O empresário é uma das celebridades que apóiam a transformação do Ártico em um santuário global que impeça a exploração de petróleo e a pesca insustentável na região. “Temos pela frente um grande desafio, que é o de pressionar os governos para acelerar a criação dessa área de preservação do Polo Norte”.

Branson reconheceu que suas empresas ainda dependem de combustíveis fósseis, mas acrescentou que seu conglomerado investe em fontes de energia sustentáveis. “O petróleo vai acabar de qualquer maneira e temos que apostar em energias limpas. Sendo assim, vamos opreservar o que ainda está limpo, livre da poluição”, afirmou.

    Leia tudo sobre: rio20rio+20richard bransonpetróleo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG