Lula chega ao Haiti para expressar apoio e assinar acordos

PORTO PRÍNCIPE - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva chegou nesta quinta-feira ao Haiti para expressar seu apoio às autoridades e à população haitiana após o terremoto de 12 de janeiro, que devastou a região da capital do país, Porto Príncipe, e para assinar acordos bilaterais em matéria de educação e agricultura.

EFE |

Reuters
Lula sobrevoa Porto Príncipe para avaliar danos deixados por terremoto

Lula sobrevoa Porto Príncipe para avaliar danos deixados por terremoto

Lula chegou a Porto Príncipe depois de passar por Cuba, onde se reuniu na quarta-feira com o presidente cubano, Raúl Castro, e seu irmão, Fidel Castro .

Ao chegar ao Haiti, o presidente brasileiro sobrevoou a capital haitiana de helicóptero para ter uma visão geral dos danos causados pelo terremoto, que deixou entre 217 mil e 230 mil mortos.

Em seguida, Lula se dirigiu à base do batalhão brasileiro da Missão de Estabilização das Nações Unidas (Minustah), onde presenciou uma cerimônia de formação das tropas do país, que lidera a missão, e se reuniu com o presidente haitiano, René Préval.

A agenda de Lula no Haiti inclui também a assinatura dos acordos bilaterais sobre educação e agricultura e uma visita ao hospital de campanha da força brasileira, assim como um percurso por áreas afetadas pelo terremoto, para depois partir rumo a El Salvador.

AP
Brazil's President Luiz Inacio Lula da Silva, center right, greets an unidentified Brazilian Army officer participating in the United Nations peacekeeping mission in Haiti at the Brazilian main camp in Port-au-Prince, Thursday Feb. 25, 2010. At left is Haiti's President Rene Preval. (AP Photo/Eraldo Peres)

Ao lado de Préval, Lula cumprimenta militar brasileiro em base no Haiti


"O compromisso com o Haiti não é novo nem circunstancial", disse recentemente o governo brasileiro em uma nota na qual informa que essa é a terceira vez que Lula viaja ao país, o qual já visitou em agosto de 2004 e em maio de 2008, o que "confirma a prioridade conferida ao Haiti pela política externa brasileira".

Outros presidentes que visitaram o Haiti após o terremoto foram o da República Dominicana, Leonel Fernández; o do Equador, Rafael Correa; o da França, Nicolas Sarkozy; e a do Chile, Michelle Bachelet.

Leia mais sobre Haiti

    Leia tudo sobre: haiti

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG