Puccinelli é reeleito governador com mais de 56% dos votos

Peemedebista conseguiu vencer campanha turbulenta, repleta de denúncias e acusações

Marcello Sigwalt iG Brasília |

O governador André Puccinelli (PMDB) foi reeleito em primeiro turno para o cargo, com um patamar superior a 56% dos votos.

O grande perdedor da disputa foi o candidato Zeca do PT, cuja votação não saiu da casa dos 40%.

A reeleição do peemedebista põe fim a uma campanha turbulenta, marcada por denúncias, confrontos, prisões e acusações de ambos os lados.

A crise política que se seguiu à prisão do prefeito de Dourados, Ari Artuzi (sem partido) e os escândalos dos vídeos envolvendo sua suposta participação num esquema de propina na Assembleia Legislativa não abalaram a confiança de Puccinelli.

Para a maior parte dos analistas políticos, Puccinelli conseguiu atravessar o mar de denúncias com tranquilidade, confiando que a imagem de administrador eficiente prevaleceria entre o eleitorado.

Ao votar, pela manhã em Campo Grande, o governador adiantou que pretende investir no setor de infra-estrutura do Estado, com base em empréstimo de R$ 300 milhões junto ao Banco Mundial (Bird). 

Puccinelli esteve acompanhado da esposa Elisabeth Puccinelli, do prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB) e da primeira-dama Antonieta Trad.

Sua expectativa é de eleger seis deputados federais pela coligação Amor, Trabalho e Fé e um senador.

Sobre as denúncias contra seu governo, ele diz que “elas não alteraram a campanha”, e que evitou “baixar o nível diante das provocações”.

    Leia tudo sobre: Eleições MSEleições Puccinelli

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG