PSDB vai `blindar¿ Marconi contra ataques

Intenção é preservar tucano, líder das pesquisas, de ações como a divulgação de panfletos virtuais

Rodrigo Viana, iG Goiânia |

O presidente regional do PSDB, deputado Daniel Goulart, iniciou ação contra campanha negativa na Internet, a fim de proteger o candidato Marconi Perillo.

Daniel protocolou na Polícia Federal pedido de instauração de inquérito para apurar a distribuição de material apócrifo em panfletos virtuais.

Segundo o presidente, 20 destes panfletos circulavam na rede com ataques pessoais ao candidato.

A ação provocou polêmica no Twitter após o deputado estadual Túlio Isac ter afirmado no microblog que “tuiteiros” também estariam sendo denunciados. Daniel Goulart negou que tais denúncias foram entregues.

“O que vimos é que existem escritórios para isto, toda uma estrutura de guerra montada para as redes sociais”, afirmou Goulart.

Segundo ele, o alvo não são os "tuiteiros" mas as empresas pagas para realizarem este trabalho. 

Ainda assim, perfis do Twitter partidários de Iris começaram a colocar em suas próprias fotos uma tarja preta com a inscrição "Censurado".

Iris Rezende (PMDB) se defendeu afirmando que não usa este tipo de expediente para ganhar votos.
“Quando tenho que falar alguma coisa, falo é na cara do concorrente”, afirmou em entrevista a rádio.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG