Protestos podem fazer Tailândia perder US$ 3,7 bi em turismo

Setor turístico deixará de receber até 120 bilhões de bats (US$ 3,7 bi) em 2010 por conta das manifestações antigovernamentais

EFE |

O setor turístico da Tailândia deixará de receber até 120 bilhões de bats (US$ 3,7 bilhões) em 2010 por conta das manifestações antigovernamentais dos "camisas vermelhas", informou a Federação Tailandesa de Indústrias do Turismo nesta quinta-feira.

O presidente da federação, Kongkrish Hiranyakij, assinalou em Bangcoc que "a crise política afugentará o turismo e o número de chegadas de estrangeiros esse ano deve cair por volta de 10%, até 12,7 milhões (de visitantes)". Hiranyakij calculou que o setor receberá em torno de 480 bilhões de bats (US$ 14,8 bilhões), em vez dos 600 bilhões estimados anteriormente.

Na terça-feira passada, o titular tailandês de Turismo e Esportes, Chumpol Silapa-archa, declarou que o número de visitas de turistas tinha diminuído mais de 50% por conta das recomendações de dezenas de países a seus cidadãos para que não viajassem à Tailândia.

O ministro destacou que o número de chegadas diárias ao aeroporto de Suvarhabhumi, o principal do país, em Bangcoc, tinha descido de 30 mil a 20 mil. Ainda segundo o ministro, se a tendência seguir, o número de turistas que visitarão a Tailândia em 2010 será de aproximadamente 14,1 milhões, em vez dos 15,5 milhões previstos anteriormente.

    Leia tudo sobre: Tailândiacamisas vermelhas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG