Primeira-dama haitiana procura apoio do setor privado francês para o Haiti

Paris, 5 mai (EFE).- Elisabeth Préval, mulher do presidente do Haiti, busca apoio no setor privado francês, com cujos representantes se reuniu hoje em Paris, para a reconstrução de seu país após o devastador terremoto de 12 de janeiro.

EFE |

Paris, 5 mai (EFE).- Elisabeth Préval, mulher do presidente do Haiti, busca apoio no setor privado francês, com cujos representantes se reuniu hoje em Paris, para a reconstrução de seu país após o devastador terremoto de 12 de janeiro. O encontro de trabalho da primeira-dama haitiana com membros de mais de 20 fundações de empresas foi presidido pelo ministro francês de Assuntos Exteriores, Bernard Kouchner. O objetivo é definir novos projetos que se adaptem melhor às necessidades da população. "Esta mobilização do setor privado se conjuga com a ação dos poderes públicos e mostra mais uma vez a solidariedade da França com o Haiti", assegurou um porta-voz da diplomacia gala em comunicado. "A sociedade civil, as empresas francesas e seus funcionários" seguem contribuindo à reconstrução do Haiti, inclusive no longo prazo, em questões como a educação, acrescenta o comunicado. Na reunião participaram também o ministro haitiano de Juventude, Esportes e Ação Cívica, Evans Lescouflair, o embaixador da Missão Interministerial para a Reconstrução do Haiti (MIRH), Pierre Duquesne, e o embaixador da França no Haiti, Didier Le Bret. EFE mas/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG