Presidente do Iraque responsabiliza Al Qaeda e Baath por atentados

Bagdá, 11 mai (EFE).- O presidente iraquiano, Jalal Talabani, acusou hoje à rede terrorista Al Qaeda e o ex-partido governante Baath, do ditador Saddam Hussein, de estar por trás dos atentados que causaram mais de uma centena de mortos ontem.

EFE |

Bagdá, 11 mai (EFE).- O presidente iraquiano, Jalal Talabani, acusou hoje à rede terrorista Al Qaeda e o ex-partido governante Baath, do ditador Saddam Hussein, de estar por trás dos atentados que causaram mais de uma centena de mortos ontem. "A coordenação cronológica dos atentados terroristas dá impressão que seus autores os planejaram com um respaldo profissional que outras organizações, salvo a Al Qaeda, não possuem", ressaltou o líder em comunicado oficial. Ontem o Iraque foi palco da onda de violência mais sangrenta neste ano com uma série de atentados e de ataques armados em várias cidades do país que deixaram 114 mortos e 400 feridos. Além disso, Talabani pediu às forças de segurança para revisar seus planos e disporem de uma proteção maior em todo o país. "Descobrir os culpados dos atentados e trabalhar para impedir que se repitam requer cobrir as fissuras e reconsiderar as estratégias de segurança", ressaltou Talabani. Por enquanto, nenhum grupo tomou para si a autoria dos atentados e ataques de ontem, embora alguns deles levassem o selo da Al Qaeda, que recentemente perdeu seus dois líderes máximos no Iraque, Abu Ayub Al-Masri e Abu Omar al Bagdá. Não é a primeira vez que as autoridades iraquianas culpam o Baath e a Al Qaeda por atentados. EFE ah/pb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG