PPS e PSDB de Tocantins decidem se unir por Serra

Partidos se associaram ao PMDB local para apoiar candidatura tucana à Presidência

Gilson Cavalcante, iG Tocantins |

Tradicionais adversários na disputa eleitoral em Tocantins, PPS e PSDB resolveram unir forças para apoiar a candidatura do presidenciável José Serra (PSDB).

Ambos os partidos igualmente se uniram ao PMDB local, do governador e candidato derrotado à reeleição Carlos Gaguim, contrariando a aliança em nível nacional.

O Partido Republicano (PR) participou da chapa majoritária que elegeu governador Siqueira Campos (PSDB), fugindo também da composição nacional.

A campanha no Tocantins não chegou a ser federalizada.

A coligação de Siqueira Campos, além do PR, contou também com o apoio do PV. Agora, o PR segue com apoio a Dilma Rousseff mais ostensivamente e o PV já declarou que vai apoiar Serra, o mesmo ocorrendo com o PPS.

Detalhe: o senador reeleito João Ribeiro, presidente regional do PR, não estará junto com o governador Gaguim no decorrer da campanha do segundo turno.

Nem o PPS vai caminhar junto com o PSDB de Siqueira.

Cada um vai fazer a campanha a seu modo. As lideranças desses partidos afirmam que o trabalho agora vai ser centrado mais em reuniões pelo interior do Estado, sem comícios, na base de encontros com prefeitos, vereadores e deputados eleitos.

“No primeiro turno não me envolvi tanto na campanha para presidente em função da minha coligação apoiar Dilma, mas no segundo turno vou trabalhar pelo nome de José Serra”, disse o deputado estadual César Halum (PPS), eleito deputado federal.

“Já falei com a nacional do partido, com o presidente Roberto Freire, e vou a Brasília para me articular melhor dentro do movimento pró Serra”, acrescentou.

O presidente do Partido Verde (PV) do Tocantins, deputado estadual reeleito Marcelo Lelis, disse que a legenda já decidiu que vai apoiar Serra no segundo turno. Argumentou que a relação do PV com o PSDB no Estado motivou a escolha feita pelo partido.

“Nestas eleições, em âmbito regional, o nosso partido esteve coligado com o PSDB e obteve êxito nas urnas. Além disso, a plataforma política de desenvolvimento econômico e social do país apresentada pela candidatura de Serra é a que se apresenta mais consistente e adequada aos anseios da população” justificou o parlamentar.

    Leia tudo sobre: Eleições TOEleições Serra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG