Wagner Rossi confirma ida ao Senado

Ministro da Agricultura irá novamente ao Congresso nesta quarta-feira, para falar sobre denúncias de corrupção

AE |

selo

O ministro da Agricultura, Wagner Rossi, mudou de 8h30 para 12 horas o início da audiência pública que fará amanhã na Comissão de Agricultura do Senado. Ele foi convidado pelos partidos aliados da base do governo, depois que o líder do PSDB, senador Alvaro Dias (PR), apresentou um requerimento convocando-o para falar de irregularidades na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A troca de horário atenderia a mudanças na agenda do ministro.

Rossi falou na quarta-feira passada na Comissão de Agricultura da Câmara, quando foi elogiado por deputados da base. A expectativa do governo era que o seu depoimento no Senado repetisse a imagem positiva que passou para os parlamentares. Mas a demissão no final de semana do secretário-executivo Milton Ortolan, homem da sua confiança, por suspeita de envolvimento na cobrança de propina nos contratos da pasta, mudou a situação.

Para amanhã é esperado que até mesmo senadores governistas o questionem sobre as denúncias publicadas pela revista Veja. A revista cita o caso do lobista Júlio Fróes que despachava em um gabinete do Ministério e o caso de empresas que teriam denunciado a cobrança de propina.

    Leia tudo sobre: crise na AgriculturaWagner Rossi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG