Vereadores trocam socos em sessão da Câmara de Itatinga

Júlio Fogaça e Quati discutem e se agridem durante sessão tumultuada por denúncias contra prefeito

iG São Paulo |

Uma sessão da Câmara Municipal de Itatinga, no interior de São Paulo, terminou em socos e pontapés na noite de segunda-feira. Os vereadores Júlio Fogaça (PT) e Antônio dos Santos Barbosa (PP), conhecido como Quati, se agrediram após tumulto provocado por denúncias realizadas contra o prefeito.

Veja também: Vereadores trocam socos em cidade do interior do RS

De acordo com a Câmara Municipal, Fogaça fez uma denúncia contra o prefeito de Itatinga, Ailton Fernandes Faria (PSDB). Colocada em votação, os vereadores decidiram, por 4 a 3, rejeitar a denúncia e não prosseguir com uma investigação.

Em seguida, um cidadão fez uma segunda denúncia contra Fogaça, que, novamente, foi rejeitada por 4 a 3. Os presentes na Câmara - cerca de 150 pessoas - provocaram um tumulto, forçando o presidente da Câmara, José Rosa dos Santos (PSDB), a suspender a sessão.

Fogaça decidiu, então, conversar com Quati fora dos microfones, com a sessão já suspensa, quando este empurra o petista, que revida. Outro vereador, Marcos Feliciano (PMDB) tenta apartar os colegas e acaba se envolvendo na pancadaria.

A briga só foi contida quando os policiais militares presentes apartaram. Segundo a Câmara Municipal, ninguém ficou gravemente ferido.

Assista ao vídeo:

    Leia tudo sobre: itatingabrigaprefeitosão paulosocoquati

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG