Vereadores brigam durante sessão no Paraná. Assista

Vereador diz que vem sofrendo "perseguição" em razão de denúncias sobre "atos ainda não explicados" na gestão da Câmara

Agência Estado |

selo

A sessão da Câmara Municipal de Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba (PR), terminou em pancadaria na noite de ontem, depois que o vereador Nelson de Souza (PMDB) teria supostamente dado uma cabeçada no rosto do colega Wilson Andrade (PSB). Outros vereadores e assessores foram tentar conter os dois e houve vários empurrões no plenário.

A Comissão de Ética da Câmara instaurou um procedimento para analisar o ocorrido.

Souza disse hoje que vem sofrendo "perseguição" em razão de denúncias sobre "atos ainda não explicados" na gestão da Câmara. Ele afirmou ainda que, especificamente em relação a Andrade, vem denunciando que um sobrinho do vereador teria se envolvido em roubo num posto de combustível e teria sido atendido em um centro médico. "Mas até agora não apareceram os documentos", ressaltou.

Na sessão de ontem, Andrade teria feito denúncia de que um assessor de imprensa de Souza estaria afastado do trabalho pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), mas continuaria recebendo pagamento da Câmara, ao mesmo tempo em que se defendeu de acusações de ameaça contra o assessor. Imagens de vídeo que circulam pela internet mostram Souza indo em direção a Andrade e, aparentemente, dando-lhe uma cabeçada.

"Vi que ele estava dando de dedo contra o jornalista e só fui lhe dizer que não admitia que ameaçasse ninguém e muito menos um colaborador meu", disse Souza. "Eu não vi as imagens, mas não estou lembrado de dar cabeçada". Souza acentuou que vai requisitar os vídeos e reportagens publicadas para embasar a defesa perante a Comissão de Ética. O vereador Wilson Andrade não estava na Câmara na tarde de hoje e nem atendeu às ligações feitas para seu telefone celular.

    Leia tudo sobre: Campo LargoCâmaravereadoresvídeo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG