Vannuchi defende parceria no lugar de divergências partidárias

Ministro diz que o tema dos direitos humanos foi tratado de forma distorcida durante a campanha eleitoral

Daniela Almeida, iG São Paulo |

O ministro de Direitos Humanos, Paulo Vannuchi, afirmou nesta sexta-feira que é possível superar questões partidárias em prol da melhoria das condições do país nesta área. “É preciso criar uma parceria por cima das divergências partidárias”, afirmou o ministro, durante a abertura oficial da 5ª mostra de Cinema e Direitos Humanos, em São Paulo.

O ministro comentou a abordagem de temas ligados à luta pelos direitos humanos durante a campanha eleitoral à Presidência da República este ano. Na avaliação do ministro, o tema foi tratado “de forma distorcida” durante a disputa. Vannuchi lembrou que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em seu mandato, ampliou o máximo possível a agenda dos direitos humanos no país. “Ele a tirou do gueto”, afirmou.

Presente no evento, o ator argentino Ricardo Darin disse em discurso que “a palavra mágica em direitos humanos é a sensibilidade”. “Nossa obrigação é lembrar que todos juntos conseguimos o que queremos, que é viver num mundo sem diferenças”, disse.

    Leia tudo sobre: Direitos HumanosPaulo Vannuchi

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG