Tucanos endossam 'oposição menos agressiva' proposta por FHC

Aécio Neves e Sérgio Guerra avaliam que Fernando Henrique Cardoso está certo em defender diálogo com Dilma

Adriano Ceolin, iG Brasí­lia |

Integrantes da cúpula do PSDB aprovaram a defesa de uma oposição “menos agressiva” feita pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso nesta segunda-feira em entrevista ao Poder Online . “Temos de criticar as ideais, mostrar as contradições e os problemas. Não as pessoas”, afirmou o senador Aécio Neves (PSDB-MG), concordando com FHC.

Agência Estado
Aécio repercutiu entrevista de Fernando Henrique ao iG
Na entrevista ao Poder Online , o ex-presidente da República (1995-2002) elogiou, sobretudo, o estilo da presidenta Dilma Rousseff que comentou 100 dias de governo no domingo. “No lugar da carrancuda e autoritária, Dilma aparece uma senhora quase bonachona, embora cortante quando necessário”, disse à coluna política do iG .

Em novo gesto de manter boa relação com a oposição, Dilma irá conceder medalhas da Ordem do Mérito Militar Gran Cruz Grau Oficial para três governadores do PSDB: Beto Richa (Paraná), Teotônio Vilela (Alagoas) e Antonio Anastasia (PSDB), de acordo com o Diário Oficial de hoje. “Isso demonstra que as relações institucionais existem, o que é muito bom”, afirmou Aécio.

Na semana passada, o senador tucano subiu à tribuna do Senado pela primeira vez para fazer um discurso político com críticas ao governo Dilma. Ele falou por 22 minutos e apontou problemas e contradições do PT. Aécio recebeu apartes por cinco horas. Foi rebatido por senadores petistas, mas chegou a ser tratado “como melhor homem da oposição do País”.

O presidente nacional do PSDB, o deputado federal Sérgio Guerra (PE), também concordou com a fala de FHC. “Nós precisamos de foco. Atuar sobre os pontos em que a sociedade vê como problemáticos”, afirmou. “Sobre a postura da presidenta, devemos reconhecer que melhorou muito em relação ao Lula. E isso é positivo”, completou.

Líder do PSDB no Senado, Alvaro Dias (PR) fez um discurso sobre os 100 dias de governo da presidenta Dima nesta segunda-feira. Na tribuna, ele disse quea presidenta "tem conhecimento e domínio dos temas econômicos", mas disse que "falta coragem para fazer reformas".

Ao iG , Dias afirmou que "a oposição nunca fez ataques pessoais a Lula ou Dilma". "Por isso acho que estamos dentro do perfil de oposição proposto pelo ex-presidente Fernando Henrique", afirmou Alvaro Dias, que assumiu o comando da bancada do PSDB no fim do ano passado.

    Leia tudo sobre: Aécio NevesSérgio GuerraFH

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG