TSE rejeita pedido de cassação de Paulinho da Força

Deputado era acusado de receber recursos de sindicatos em sua campanha de 2006

Severino Motta, iG Brasília |

Os ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) negaram, por unanimidade, o pedido do Ministério Público Eleitoral (MPE) para cassar o mandato do deputado Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho da Força.

Ele foi acusado de receber dinheiro de sindicatos em sua campanha de 2006 – o que é proibido por lei. O MPE ainda alegou que o deputado se aproveitou da estrutura da Força Sindical, entidade da qual é presidente, para turbinar sua campanha.

O relator da matéria no TSE, Marcelo Ribeiro, disse em seu voto que não existem provas nos autos que demonstrem potencial de alterar o resultado das eleições. Por isso, optou por absolver o deputado. Voto que foi seguido pelos demais ministros.

    Leia tudo sobre: paulinhotse

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG