Decisão do ministro Marcelo Ribeiro também anula a nova eleição na cidade fluminense, que estava marcada para 06 de fevereiro

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) concedeu na noite desta quarta-feira uma liminar que determina o retorno de Rosinha Garotinho (PR) ao comando da Prefeitura de Campos dos Goytacazes, cidade da região serrana do Rio de Janeiro.

A liminar foi promulgada pelo ministro Marcelo Ribeiro e é resultado da anulação de uma ação movida contra o marido de Rosinha, o deputado federal eleito Anthony Garotinho (PR), que era acusado de abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação. Apresentador de um programa de rádio em Campos dos Goytacazes, Garotinho foi processado pelo Ministério Público Eleitoral por entrevistar a esposa, meses antes das eleições municipais que elegeram Rosinha prefeita da cidade.

Por conta da ação, Anthony Garotinho estava impedido de assumir o mandato de deputado federal pelo Rio de Janeiro. O TSE contatou, porém, que havia irregularidades na primeira fase do processo que investigava o casal. No entendimento do tribunal, o mérito do caso foi julgado sem que o juiz eleitoral de primeira instância analisasse completamente o inquérito.

Em consequência disso, o ministro Marcelo Ribeiro liberou Anthony Garotinho para reassumir o cargo e, consequentemente, determinou a recondução de Rosinha e o vice dela, Francisco Oliveira, ao cargo. A liminar do TSE também cancelou a nova eleição marcada para acontecer em Campos no dia 06 de fevereiro de 2011, quando cerca de 240 mil eleitores da cidade escolheriam um novo prefeito.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.