Dourados (MS), Mangaratiba (RJ) e Conceição do Mato Dentro (MG) voltam às urnas após afastamento de políticos

selo

Até às 17h de hoje, eleitores de três municípios brasileiros - Dourados (MS), Mangaratiba (RJ) e Conceição do Mato Dentro (MG) - votam para eleger novos prefeitos e vice-prefeitos. Nessas cidades, as eleições ocorrem mais de dois anos após a votação de 2008, por conta de afastamento dos políticos por irregularidades durante as eleições ou na execução do mandato. Os eleitos ficarão no cargo até o fim de 2012.

No caso de Dourados (MS), diversos políticos da cidade foram presos no final do ano passado, entre eles, o prefeito Ari Artuzi e seu vice Carlinhos Cantor. Concorrem ao cargo hoje Murilo Zauith (DEM), derrotado nas últimas eleições para senador do estado; o sindicalista Geraldo Sales (PSDC); José de Araújo (PSOL), derrotado nas eleições para deputado estadual; e o professor Genival Valeretto (PMN). Dourados tem o segundo maior colégio eleitoral de Mato Grosso do Sul, com quase 140 mil eleitores.

Em Magaratiba, o então prefeito Aarão de Moura Brito Neto foi cassado por abuso de poder político e uso indevido de meios de comunicação. Os 25,7 mil eleitores do município poderão escolher entre José Luiz do Posto (PMDB), Evandro Capixaba (PR), Gustavo Busse (PSDB) e Ruy Quintanilha (PV).

Já em Conceição do Mato Dentro, o prefeito Breno José de Araújo Costa teve o mandato cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em maio de 2009 porque desviou recursos federais destinados à saúde para comprar cestas básicas para moradores. No menor colégio eleitoral das eleições desse domingo - 14.319 eleitores -, Nelma Cirino concorre pela chapa formada por PR/ PTB/ PMDB/ PPS e Paulo Ambrósio concorre pela chapa formada por PTC/ DEM/ PCdoB.

Valença (RJ) e Rio Branco (MT)

O município de Valença (RJ) também escolheria seu novo prefeito e vice-prefeito hoje, mas uma liminar concedida pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, da última sexta-feira (4) à noite, suspendeu o pleito. O prefeito Vicente Guedes é acusado de estar em seu terceiro mandato, o que é proibido por lei no Brasil. Os outros dois mandatos de Guedes ocorreram na cidade vizinha Rio das Flores. Para concorrer a mais um mandato, ele precisou mudar seu domicílio eleitoral para Valença em 2008.

Ainda neste mês, novas eleições para prefeito são esperadas em Rio Branco (MT), com data prevista para 20 de fevereiro. As eleições escolherão o substituto de Antônio Melanezi e de seu vice, que tiveram o mandato cassado por compra de votos em outubro do ano passado. Com informações da Agência Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.