TRE convoca mesários faltosos em Rondônia

Tribunal fixa prazo até dia 3 para empresa indicar jornalistas que vão cobrir diplomação dos eleitos dia 15

Menezes y Morais, iG Brasília |

O Tribunal Regional Eleitoral de Rondônia (TRE-RO) está convocando os mesários que não compareceu aos trabalhos eleitorais no segundo turno das eleições 2010 até amanhã (30) para apresentar justificativa. Por outro lado, o Tribunal abriu prazo até o dia 3 para que seja feito cadastro dos jornalistas que vão cobrir a solenidade de diplomação dos eleitos e suplentes no dia 15.

Conforme o TRE-RO, “o mesário que não apresentar justificativa dentro do prazo determinado ou apresentar justificativa que, a critério do juiz, seja infundada ou não compreendida como justa causa, incorrerá em multa de 50% a 1 salário mínimo. Se o faltoso for servidor público ou autárquico, a pena será de suspensão até 15 dias.”

Diplomação

Para a diplomação dos eleitos e suplentes, o TER-RO avisa que “os veículos de comunicação interessados em participar da cobertura jornalística da cerimônia devem se cadastrar até o próximo dia três de dezembro, sexta-feira. As empresas que se credenciaram para cobertura do primeiro ou segundo turno necessitam confirmar sua participação.”

Na confirmação, é preciso indicar o nome dos profissionais que atuarão no evento através do e-mail ascom@tre-ro.gov.br. As empresas ou profissionais não cadastrados anteriormente deverão enviar a ficha de inscrição constante no anexo, devidamente preenchida, até a próxima sexta-feira (3/12), ao e-mail ascom@tre-ro.gov.br ou entregá-la no setor de setor de Imprensa e Comunicação Social do TRE-RO, na sede.

Juntamente com a ficha preenchida é necessário juntar duas fotos 3x4 do profissional que atuará na cerimônia. No caso das fichas enviadas por e-mail, a foto poderá ser digitalizada e anexada ao e-mail. Quem não encaminhar as fichas nem confirmar os nomes dos jornalistas não farão a cobertura da diplomação dia 15, às 17h, no Talismã 21(antiga Quéops), na Avenida Mamoré, n.530, Bairro Três Marias.

    Leia tudo sobre: política

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG