Tiririca é diplomado e sai da Assembleia escoltado por PMs

Abusando de gírias, deputado eleito diz que este é 'o primeiro de muitos diplomas' e que está 'estudando a Constituição Federal'

Daniela Almeida e Nara Alves, iG São Paulo |

Depois de ser diplomado, o deputado federal Francisco Everardo Oliveira Silva (PR-SP), mais conhecido como o palhaço Tiririca, teve que burlar a multidão que estava à sua espera na porta da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo. O deputado saiu escoltado por dois PMS e evitou falar com a imprensa, assim como fez na sua chegada.

Ao chegar, acompanhado da mulher, Tiririca, afirmou que sua prioridade será trabalhar pela educação dos artistas circenses e dos ciganos. “Cara, estou muito emocionado. Estou tremendo. Nervoso e feliz ao mesmo tempo, ansioso”, disse ele, gaguejando.

Tiririca não se policiou e abusou do vocabulário popular, recheado de gírias. O deputado voltou a dizer que chegou “numa boa hora” porque pegou o reajuste salarial de 62%, aprovado esta semana pela Câmara . “Estou chegando agora e cheguei em uma hora boa”, afirmou.

Questionado se este seria o seu primeiro diploma, Tiririca respondeu que é o primeiro de muitos que virão “se Deus quiser”. O deputado eleito disse ainda que está estudando a Constituição Federal e que foi a Brasília conhecer “os colegas”. “Estamos conversando”, disse.

Eleito com 1,3 milhão de votos, Tiririca pontuou que seus projetos serão focados em educação e cultura e que “tem ideias de projetos para direitos de artistas circenses, dos ciganos e dos artistas ‘em gerais’ (sic)”.

    Leia tudo sobre: tiriricadiplomação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG