Time de Richa teme que receita paranaense seja comprometida

Equipe de transição do governador eleito diz que medidas do governo Pessuti representam "volume de recursos preocupante"

Francisco Camargo, iG Paraná |

Futuro líder do governador Beto Richa (PSDB) na Assembleia Legislativa, o deputado Ademar Traiano alertou na reunião da equipe de transição nesta quarta-feira, dia 17, que medidas adotadas pelo atual governo podem comprometer a receita do Paraná em até R$ 700 milhões em 2011. Entre elas estão benefícios fiscais, antecipação de receitas e licitações.

“É um volume de recursos significativo e preocupante, fruto de ações unilaterais, sem conversar com a equipe de transição”, afirmou Traiano. Carlos Homero Giacomini, coordenador da equipe de transição de Richa, disse que o diagnóstico da situação vai demonstrar que temos um quadro de grandes dificuldades para a administração do Paraná nos próximos anos.

A equipe de transição de Richa se reuniu para discutir as informações recebidas até agora do governo do Estado. Das 165 questões encaminhadas à equipe de transição criada pelo governador Orlando Pessutti, apenas 60% delas foram respondidas, muitas delas incompletas.

A equipe conta com um grupo de 44 técnicos para buscar informações suplementares em diversas áreas da administração estadual. As informações vão compor um diagnóstico que será entregue a Richa.

    Leia tudo sobre: paranábeto richaorlando pessuti

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG