Temer se despede da presidência da Câmara

Ele informou aos deputados que nesta quinta-feira (16) apresentará sua carta de renúncia à presidência da Câmara

Agência Brasil |

O deputado Michel Temer (PMDB-SP) despediu-se nesta quarta-feira (15) da presidência da Câmara para ser diplomado no próximo dia 17 como vice-presidente da República. Em seu discurso, ele afirmou que deve ao parlamento toda a sua vida pública. “Foi desta Casa que retirei o entusiamo para concorrer em seis eleições e para esta última, junto com a presidenta Dilma.”

Ele informou aos deputados que nesta quinta-feira (16) apresentará sua carta de renúncia à presidência da Câmara, cargo que está ocupando pela terceira vez. “Não poderia fazê-lo sem antes me despedir solenemente. Quero, ao despedir-me, dizer que no Legislativo temos consciência absoluta de nosso valor institucional. Somos representantes do único titular do poder que a Constituição indica, que é o povo.”

Temer afirmou que a Câmara às vezes acerta e em outros momentos erra, mas sempre com a melhor das intenções. Ele falou da importância do Legislativo: “Somos a fonte fundamental, vestibular da lei. Ninguém poderá fazer senão em virtude do Poder Legislativo. Só há execução de acordo com a lei”.

Ao encerrar seu breve discurso, Temer agradeceu aos parlamentares e funcionários da Casa. “Gostaria de dizer que levo daqui a saudade, que tenho certeza será compensada pelas visitas que farei ao parlamento. Certeza de que de lá serei também um representante dos senhores e das senhoras.”

Com a renúncia de Temer a presidência da Câmara será ocupada pelo vice-presidente, deputado Marco Maia (PT-RS). Marco Maia foi indicado candidato à presidência da Casa pelo PT.

    Leia tudo sobre: câmaratemer

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG