Temer pede que PMDB entregue secretarias na capital paulista

Para reforçar o discurso de oposição de Chalita, vice-presidente pede que secretários deixem o governo de Gilberto Kassab

Ricardo Galhardo e Nara Alves, iG São Paulo |

Na última quinta-feira o vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), chamou os dois integrantes de seu partido que participam do governo Gilberto Kassab (PSD) e avisou que ambos terão que entregar os cargos. Segundo Temer, o pré-candidato do PMDB à prefeitura de São Paulo, Gabriel Chalita, não teria como fazer um discurso de oposição a Kassab com a permanência de peemedebistas na prefeitura.

Leia também: Com críticas à gestão Kassab, Chalita anuncia aliança com PSC

Antonio Cruz/ABr
Por Chalita, Temer tira secretários da prefeitura
Na conversa, os secretários municipais de Esportes, Bebetto Haddad (PMDB), e de Participação e Parceria, Uebe Rezeck (PMDB), concordaram e pediram um tempo para prepararem a saída.

Segundo relatos, a orientação é evitar gestos bruscos que possam ser interpretados como uma ruptura. Na reunião, foram discutidas as justificativas de cada um para a saída do governo de Gilberto Kassab.

Racha: PMDB rebelde acusa governo de privilegiar PT em eleição

No partido, fala-se da possibilidade de Haddad disputar uma vaga na Câmara de Vereadores. Ele, no entanto, afirma que não será candidato em 2012. Já Rezeck, suplente do deputado estadual Jorge Caruso, poderia assumir uma vaga na Assembleia Legislativa de São Paulo, já que Caruso é cotado para ocupar uma vaga no Tribunal de Contas do Estado.

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG