Temer defende acordo de reajuste de 7% a aposentado

Relator e líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), aumentou o índice de 6,14% para 7%, mas base aliada defende 7,7%

Agência Câmara |

O presidente da Câmara, Michel Temer, disse nesta quinta-feira (29) que defende um acordo para aprovação do reajuste de 7% para as aposentadorias acima de um salário mínimo, previsto no relatório do deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP) à Medida Provisória 475/09.

O relator e líder do governo aumentou o índice de 6,14% para 7%, mas partidos da base aliada defendem o percentual de 7,7%. A votação da matéria foi marcada para a próxima terça-feira (4).

“O acordo está girando em torno da hipótese de 7%. Eu sei que há os que querem 7,7%, mas o importante é que votemos algo que prestigie os aposentados, mas que não possa eventualmente ser vetado pela Presidência da República”, disse Temer.

Ficha Limpa

Além da MP 475/09, o presidente acredita que o Plenário conseguirá votar na terça-feira (4) o requerimento de urgência do projeto Ficha Limpa (PLP 518/09), que impede a candidatura de pessoas condenadas na Justiça. "Eu quero votar a urgência e, se possível, o mérito na terça. Se não for possível, pelo menos na quarta da semana que vem", disse.

    Leia tudo sobre: Aposentadosaposentadoria

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG