Subcomissão da Câmara sobre Belo Monte quer atuar com senadores

A Câmara dos Deputados também terá uma subcomissão para acompanhar as obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA)

Agência Brasil |

A Câmara dos Deputados também terá uma subcomissão para acompanhar as obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA). No mês passado, o Senado criou uma subcomissão para tratar do mesmo assunto.

O presidente da subcomissão da Câmara, deputado Wandenkolk Gonçalves (PSDB-PA), disse que a intenção é trabalhar em conjunto com os senadores, que já ouviram o ministro de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, e o diretor de Engenharia da Eletrobras, Valter Cardeal. “A ideia inicial era fazer uma comissão única, mas o Senado foi mais ágil e resolveu fazer uma comissão exclusiva”, afirmou.

Os deputados devem participar da próxima audiência do Senado, marcada para 16 de junho e também de uma viagem a Altamira, programada para o dia 23.

Wandenkolk Gonçalves ressaltou que a comissão pretende acompanhar o cumprimento das 40 condicionantes impostas pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) para a liberação da obra. Segundo ele, a maioria da população da região é favorável à construção da usina.

“Nós sabemos que haverá impacto ambiental, assim como qualquer obra dessa magnitude em qualquer lugar do mundo. Mas a pergunta que não quer calar é como seria o Brasil sem essa obra?”.

A subcomissão da Câmara, vinculada à Comissão da Amazônia, de Integração Nacional e de Desenvolvimento Regional, é formada por nove deputados, a maioria da Região Norte. O relator da subcomissão é o deputado Zé Geraldo (PT-PA).

    Leia tudo sobre: belo montecâmarasenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG