A Câmara Legislativa e o governador Rogério Rosso têm cinco dias para prestar informações ao STF sobre pedidos de intervenção

A Câmara Legislativa e o governador do Distrito Federal Rogério Rosso (PMDB) têm cinco dias para prestar informações ao Supremo Tribunal Federal (STF) sobre os pedidos de intervenção no DF. O prazo foi determinado ontem (17) pelo presidente da Corte, ministro Cezar Peluso.

O despacho ocorreu em razão do pedido de intervenção feito pelo Procurador-Geral da República Roberto Gurgel. No pedido de intervenção apresentado por Gurgel no dia (11) de fevereiro, constava um histórico de escândalos de corrupção, envolvendo distribuição de propina entre membros do governo e deputados distritais. Para o procurador, a medida de intervenção federal é o único recurso que vai restaurar a ordem no DF.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.