Sorteio define hoje relator da cassação de Demóstenes

Conselho de Ética do Senado vai se reunir para sortear integrante que irá relatar processo por quebra de decoro de senador

Adriano Ceolin, iG Brasília |

Agência do Senado
Sérgio Souza (PMDB-PR) é cotado para ser presidente do Conselho
O Conselho de Ética do Senado decide hoje, por meio de sorteio, o nome do senador que irá relatar o processo de cassação de Demóstenes Torres (sem partido-GO).

A reunião deverá se presidida pelo senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE). Ele, porém, é presidente interino. Maior bancada no Senado, o PMDB ainda tenta encontrar um nome para posto.

Suplente da ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil), Sérgio Souza (PMDB-PR) entrou na lista de cotados para presidir o conselho. "Não fui convidado e estou com muitas atividades no Senado", afirmou.

O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), não abre mão de indicar o presidente do conselho. Porém, enfrentou dificuldades para definir um nome do partido, que detém a maior bancada da Casa. O primeiro da lista era Vital do Rêgo (PMDB-PB), que recusou a função. Waldemir Moka (PMDB-MS) também é outra opção, mas ele resiste.

Nesta terça-feira, o Conselho de Ética decidiu empossar Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) como presidente interino . Ele ficou com o cargo por ser o integrante mais velho do colegiado. Após a escolha do presidente, o conselho aceitou o pedido de cassação de Demóstenes.

O senador goiano é citado nas investigações da Polícia Federal sobre o esquema de jogo ilegal comandado por Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. De acordo a polícia, Demóstenes atuava como espécie de lobista dos negócios de Cachoeira.

Demóstenes recebeu, nesta quarta-feira, o ofício sobre a abertura de processo contra ele. O senador goiano procurou Valadares para dizer que vai se defender das acusações. 

Integrantes do conselho estão zelosos com prazos e formalidades porque sabem que Demóstenes é profundo conhecedor do funcionamento do conselho. Foi dele, por exemplo, a ideia de trocar a escolha do relator de indicação por sorteio, quando o regimento do conselho foi alterado há dois anos. "Qualquer bobeira nossa, ele poderá anular todo o processo", diz um integrante do conselho

    Leia tudo sobre: Demóstenes

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG