Conselho de Ética do Senado vai se reunir para sortear integrante que irá relatar processo por quebra de decoro de senador

Sérgio Souza (PMDB-PR) é cotado para ser presidente do Conselho
Agência do Senado
Sérgio Souza (PMDB-PR) é cotado para ser presidente do Conselho
O Conselho de Ética do Senado decide hoje, por meio de sorteio, o nome do senador que irá relatar o processo de cassação de Demóstenes Torres (sem partido-GO).

A reunião deverá se presidida pelo senador Antônio Carlos Valadares (PSB-SE). Ele, porém, é presidente interino. Maior bancada no Senado, o PMDB ainda tenta encontrar um nome para posto.

Suplente da ministra Gleisi Hoffmann (Casa Civil), Sérgio Souza (PMDB-PR) entrou na lista de cotados para presidir o conselho. "Não fui convidado e estou com muitas atividades no Senado", afirmou.

O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), não abre mão de indicar o presidente do conselho. Porém, enfrentou dificuldades para definir um nome do partido, que detém a maior bancada da Casa. O primeiro da lista era Vital do Rêgo (PMDB-PB), que recusou a função. Waldemir Moka (PMDB-MS) também é outra opção, mas ele resiste.

Nesta terça-feira, o Conselho de Ética decidiu empossar Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) como presidente interino . Ele ficou com o cargo por ser o integrante mais velho do colegiado. Após a escolha do presidente, o conselho aceitou o pedido de cassação de Demóstenes.

O senador goiano é citado nas investigações da Polícia Federal sobre o esquema de jogo ilegal comandado por Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. De acordo a polícia, Demóstenes atuava como espécie de lobista dos negócios de Cachoeira.

Demóstenes recebeu, nesta quarta-feira, o ofício sobre a abertura de processo contra ele. O senador goiano procurou Valadares para dizer que vai se defender das acusações. 

Integrantes do conselho estão zelosos com prazos e formalidades porque sabem que Demóstenes é profundo conhecedor do funcionamento do conselho. Foi dele, por exemplo, a ideia de trocar a escolha do relator de indicação por sorteio, quando o regimento do conselho foi alterado há dois anos. "Qualquer bobeira nossa, ele poderá anular todo o processo", diz um integrante do conselho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.