Situação de Tuma Jr. será definida em breve, diz Barreto

Ministro disse que o governo avalia a situação do Secretário Nacional de Justiça, que decidiu tirar férias após denúncias

Agência Estado |

O ministro da Justiça, Luiz Paulo Barreto, disse na manhã de hoje que o governo está avaliando a situação do Secretário Nacional de Justiça, Romeu Tuma Júnior, que decidiu entrar em férias depois da denúncia do jornal O Estado de S. Paulo, de suposto envolvimento dele com o chefe da máfia chinesa de contrabando em São Paulo. "Neste momento o assunto está sendo avaliado e vamos tomar uma decisão em breve sobre isso", afirmou o ministro.

Questionado se o assunto seria discutido hoje com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no despacho marcado para as 14h30, no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), o ministro afirmou que não tinha certeza se o assunto entraria na pauta porque vários temas estão previstos.

Mais cedo, Barreto afirmou que deve definir o nome do novo presidente do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) ainda em junho. "Provavelmente, decido este mês." O presidente atual, Arthur Badin, permanecerá no cargo até novembro. Mas o ministro ressaltou que, quanto mais cedo seu substituto for escolhido, melhor será para a instituição. "Com isso teremos tempo para que o presidente indicado seja sabatinado (pelo Senado) e teremos uma transição mais tranquila."

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG