Servidor acusa prefeito de ameaça de morte em Minas

Prefeito de Paraopeba teria disparado três tiros contra o sevidor, seu adversário político. A política investiga o caso

AE |

selo

O prefeito da cidade mineira de Paraopeba, Marcelo Carvalho da Silva (PT), é acusado de atirar no servidor público e presidente do PMDB no município, Wilson de Campos Rocha. De acordo com Tatiane de Oliveira Campos, filha de Rocha, o pai foi ameaçado de morte no último sábado enquanto assistia ao jogo do Brasil.

Segundo ela, Silva foi até a casa de Rocha e disparou três tiros para cima e um na direção do peemedebista, que não o atingiu. De acordo com Tatiane, os dois seriam adversários políticos. Rocha teria entrado com uma ação pública contra o prefeito e isso o motivou a ameaça.

De acordo com a Polícia Civil, uma pistola semiautomática 380 teria sido usada na tentativa de homicídio, crime não confirmado pela polícia. O prefeito prestou depoimento durante duas horas e foi liberado. Ele deverá responder a inquérito policial.

    Leia tudo sobre: MinasprefeitoParaopeba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG