Serra diz que 'BC não é a Santa Sé'

Tucano diz que quer um "estado forte, musculoso, mas não obeso". Serra criticou a alta taxa de juros e comentou declaração de Lula

iG São Paulo |

iG São Paulo
Serra durante entrevista para a rádio CBN
O pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, criticou nesta segunda-feira a alta taxa de juros no País, defendeu a autonomia do Banco Central, mas destacou que, se houver "erros", o presidente deve apontar e isso não pode ser visto como quebra da autonomia da instituição.

"A mesa da economia brasileira eu ajudei a erguer. Todo mundo que me conhece sabe que eu não derrubaria a mesa", disse Serra durante entrevista à rádio "CBN". "O Banco Central não é a Santa Sé", disse. Serra defendeu uma política a médio e longo prazo para redução da taxa de juros. "Acho que o presidente tem que fazer sentir sua posição."

"Jogo de terrorismo"

O tucano também comentou a declaração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de que qualquer candidato que vencer as eleições não trará "nada de anormal" para o Brasil. A afirmação foi feita em entrevista ao jornal espanhol "El País" publicada no domingo.

Para Serra, essa foi uma afirmação importante porque, segundo ele, é quase um "jogo de terrorismo" dizer que se o candidato do PT não vencer haverá uma calamidade no País. "O Lula não deve estar preocupado, tanto como imaginam, se a candidata dele [Dilma Rousseff] não ganhar", disse. "O próprio Lula disse que se o outro candidato ganhar não haverá calamidade".

"Estado forte"

Durante a entrevista, Serra defendeu ainda um "estado forte, musculoso, mas não obeso". “Defendo um projeto de desenvolvimento nacional para o Brasil, com ativismo governamental. (...) Um estado forte, não obeso, mas musculoso, no sentido de ter capacidade para ativar nosso desenvolvimento e a justiça social.” Questionado sobre ser um político de direita ou esquerda, o tucano disse que, do ponto de vista da análise convencional, se define como um político de esquerda.

Vice

Sobre o vice, o tucano disse que não está se "metendo muito nesse assunto. Vai ser alguém da base aliada, mas qualquer coisa que eu disser aqui vai dar margem à fofoca."

    Leia tudo sobre: José SerraPSDB

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG