Serra defende aliança entre PSDB e PP gaúcho

O pré-candidato do PSDB à Presidência defendeu hoje o esforço do partido para fechar aliança com o PP no Rio Grande do Sul

iG São Paulo |

O pré-candidato do PSDB à Presidência, José Serra, defendeu hoje o esforço do partido para fechar aliança com o PP no Rio Grande do Sul. "Não em nome de minha candidatura, mas em nome de fortalecer as alianças políticas que temos no Brasil para disputar a eleição", recomendou o tucano, durante entrevista em Porto Alegre. As negociações entre as duas legendas esbarraram na exigência do PP de coligar tanto na majoritária como na proporcional. Os tucanos rejeitam a aliança proporcional, que consideram um risco à preservação de suas bancadas federal e estadual. 

Serra elogiou o PP do Rio Grande do Sul, que tem, segundo ele, qualidade especial, mas evitou avaliar se a composição deveria ser realizada também na chapa proporcional. "Eu acho que deve se fazer o máximo empenho no sentido dessa aliança", pediu o tucano, depois de participar de encontro na Federação das Associações Comerciais e de Serviços do Rio Grande do Sul (Federasul). 

Questionado sobre o posto de vice em sua chapa, Serra voltou a dizer que o único setor agoniado com a indefinição é a imprensa. Ao responder sobre se o palanque da governadora do Rio Grande do Sul, Yeda Crusius (PSDB), é o melhor para sua candidatura no Estado, o presidenciável considerou que o ideal seria a união de todos os que simpatizam com seu nome. 

Na impossibilidade desse cenário, Serra disse que estará no palanque de todos aqueles que forem aliados. O tucano reconheceu ter afinidade com o pré-candidato do PMDB ao governo gaúcho, o ex-prefeito José Fogaça, e espera estar próximo de "muita gente do PMDB" durante a campanha. O pré-candidato do PSDB cumpriu dois dias de visitas no Rio Grande de Sul, durante os quais foi acompanhando de perto pelo deputado federal Osmar Terra (PMDB-RS).

    Leia tudo sobre: serrapsdbpp

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG