Senadores petistas ironizam desafio de FHC a Lula

Em entrevista, Fernando Henrique lembrou de suas vitórias sobre Lula e o desafiou a disputar uma nova eleição

AE |

selo

Os senadores petistas Humberto Costa (PE) e Jorge Viana (AC) ironizaram hoje o desafio lançado pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) de disputarem uma nova eleição. "Acho que ele fez uma declaração infeliz e está tentando se remendar em cima de críticas ao ex-presidente Lula", disse o senador pernambucano, que na tarde de hoje se reúne com Lula para discutir a reforma política.

Em entrevista à Rádio Cultura FM, Fernando Henrique lembrou hoje suas vitórias eleitorais sobre Lula em 1994 e 1998. "Ele esquece-se que eu o derrotei duas vezes. Quem sabe ele queira uma terceira. Eu topo", disse. "Se ele quiser discutir comigo, eu estou aberto."

Na semana passada, Fernando Henrique publicou artigo na revista "Interesse Nacional" em que defendeu que o PSDB deve deixar de lado o "povão" para buscar diálogo com a nova classe média. Em Londres, na quinta-feira, após palestra a investidores da Telefónica, Lula ironizou o texto: "Não sei como alguém que estudou tanto depois diz que quer esquecer do povão."

Na capital paulista para encontro com Lula no Instituto Cidadania, na zona sul da cidade, os senadores petistas disseram que os comentários de Fernando Henrique se devem à observação de Lula sobre o elitismo do PSDB.

"O presidente Fernando Henrique Cardoso fez uma declaração que, de alguma maneira, expressa a verdade: o PSDB e outros partidos fizeram uma opção, desde sua criação, que é a de lidar com a elite brasileira. E o presidente Lula sempre fez uma opção que é estar ao lado do povo e ajudar a construir um novo Brasil", afirmou Viana.

Para o senador do Acre, as declarações de Lula em Londres incomodaram o "sociólogo Fernando Henrique Cardoso". Segundo Viana, ao fazer um governo com o olhar voltado para os mais pobres, Lula se tornou uma referência mundial. "Lula hoje é um personagem do mundo, o mundo todo quer ouvir e aprender com Lula", afirmou. "Isto é um mérito, uma coisa que deve orgulhar todos os brasileiros, inclusive o sociólogo Fernando Henrique Cardoso."

Já Humberto Costa disse que Lula não tem a intenção de voltar a disputar nenhuma eleição, principalmente contra Fernando Henrique. "Acho que não teria nem graça fazer essa eleição. Fernando Henrique é passado, Lula é uma coisa extremamente presente", afirmou.

    Leia tudo sobre: FHCLulapolêmicahumberto costatião viana

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG